19 abril 2011

verdades inservibles / verdades sem préstimo

verdades inservibles
(ASEVERACIONES CAPRICHOSAS)

1.
Un amante no debe estar metido en una caja.

2.
Cada vez que llueve recuerdo tus pies.

3.
Alguna vez fuiste tan hermoso que dabas miedo. La belleza induce al asesinato.

4.
Cambié la cama de lugar y encontré una puerta. Los muertos me enviaron su diario de navegación.

5.
La nenita mala era un ratón. La nenita buena, un pedazo de queso.

6.
Quiero participar de tu enfermedad y ser parte de tu dolencia.
Invítame a la tuberculosis.


Verdades sem préstimo

(ASSEVERAÇÕES CAPRICHOSAS)

1.
Um amante não deve estar metido numa caixa.

2.

Sempre que chove lembro-me dos teus pés.

3.
Uma vez estavas tão formoso que metias medo. A beleza induz o assassinato.

4.
Mudei a cama de lugar e encontrei uma porta. Os mortos enviaram-me os seus diários de navegação.

5.
A rapariga má era um pedaço. A rapariga boa, uma fatia de queijo.

6.

Quero participar da tua enfermidade e ser parte da tua dolência.
Convida-me à tuberculose.


(
trad: alberto augusto)