27 maio 2011

ISAAC BABEL, VÉSPERA SABÁTICA

1.
Isaac Babel há-de chegar - com a cavalaria vermelha - presságio do dúbio -
Entre as nuvens- caminho de ninguém - a véspera sabática - da cegueira -
Sob a cor púrpura - a chama - da escrita - na cabeça - lâmpada do prolífico -
Brisa maior - da treva - a infranqueável lucidez - irrepetível grito - na noite -

2.
Invocando odessa - a saciedade da pedra - que nos devasta - e se precipita -
Os mapas - da sonolência - lábios do sedento - pretexto do bosque indistinto -
Por detrás da impenetrável ferida - o obscuro amigo - a memória do implacável -
Luz desvanecida - do aéreo - a nudez - do ultraje - cárcere - serpente inacessível -