09 maio 2011

Radiografía

Radiografía

He visto el esqueleto de mi alma,
y no he tenido miedo.

Yo no he visto los huesos
que calmarán el hambre de los buitres,
o encontrarán su tumba bajo el agua,
entre la sal y los naufragios.
No todavía.

Tampoco he visto en ellos cicatrices:
quizá no he estado nunca en la batalla,
siguiendo las estelas de los tanques,
golpeando otros huesos con mis huesos.
No todavía.

He visto el esqueleto de mi alma:
era una catedral del siglo XIII,
sólo nervios y vanos,
y nada alrededor, clara y oscura.


Radiografia

Vi o esqueleto da minha animação,
Não tive medo.

Não vi os ossos
que pacificarão a fome dos abutres
ou encontrarão o túmulo debaixo de água,
entre o sal e os naufrágios.
Ainda não.

Também não lhes vi cicatrizes
talvez nunca tenha estado na batalha,
seguindo o rasto dos tanques,
atacando outros ossos com os meus.
Ainda não.

Vi o esqueleto da minha alma
era uma catedral do século XIII
apenas nervos e vãos,
sem nada à volta, clara e escura.

(trad: alberto augusto)