04 agosto 2011

after a great pain / depois de uma grande dor


After a great pain, a formal feeling comes—
The Nerves sit ceremonious, like Tombs—
The stiff Heart questions was it He, that bore,
and Yesterday, or Centuries before?

The Feet, mechanical, go round—
Of Ground, or Air, or Ought—
A Wooden way
Regardless grown,
A Quartz contentment, like a stone—

This is the Hour of Lead—
Remembered, if outlived,
As Freezing persons, recollect the Snow—
First— Chill — then Stupor— then the letting go—

emily dickinson


Depois de uma grande dor, vem uma sensação de estatuto
Os nervos instalados em cerimónia, como Tumbas
O pétreo Coração pergunta se houve Ele, que resiste,
e Ontem, ou Séculos atrás?

Os Pés, mecânicos, andam à volta
Do Chão, Ar, ou Coisa Nenhuma
Um caminho de Madeira
Espontaneamente crescida
Um bem-estar de Quartzo, como uma pedra—

Esta é a Hora de Chumbo—
Lembrada, se sobrevivida,
Como as Congeladas pessoas, evocação da Neve—
Primeiro frio —a seguir estupor—depois o deixar-se ir—

(trad: alberto augusto)